Bedford de 1932

3 de Março 2017

É recebida na Auto-Industrial da Rua Alexandre Herculano em Lisboa uma carta do proprietário da viatura comercial Bedford, dado que este tinha a intenção de o vender e achou que poderia ter interesse para a Auto-Industrial, pois este sabia que a Auto-Industrial representou durante várias décadas a marca, por outro lado, o proprietário tinha interesse em que a viatura fosse restaurada para exposição e que fosse mantida em Portugal.

A viatura em questão trata-se do primeiro modelo comercial ligeiro fabricado pela Bedford, um furgão de mercadorias “light delivery” VYC 12 cwt de 1932, sendo o seu registo em Portugal datado de 1934 com a matrícula AC-95-24. A primeira proprietária no nosso país, terá sido a companhia cinematográfica Tobis Klangfim Portuguesa. Esta empresa tinha iniciado actividade em 1932 e foi responsável pela produção de alguns dos maiores clássicos do cinema português, como “A Canção de Lisboa” (1933) e o “Leão da Estrela” (1945). A viatura foi adquirida pelo actual proprietário, um colecionador particular de Lisboa, em 1975. O VYC 12 cwt van foi lançado em 1932 e era uma versão de 3, 4 litros do famoso Chevrolet Stovebolt-6, válvulas na colaça e 6 cilindros em linha. Este automóvel foi baseado no contemporâneo Vauxhall VY Cadet Saloon de 17cv, tinha boa condução e uma área de carga espaçosa, o que fez dele uma escolha popular para motoristas de entregas e para pequenas empresas.

O modelo esteve apenas 2 anos em produção tendo sido substituído pelo 20cv BYC em 1934. É um modelo relativamente raro havendo poucos veículos clássicos comerciais com caixa fechada. Viatura comercial de Caixa fechada, modelo com alguma raridade, preço pedido £14.000.000 (aprox.16.500€). A viatura está a ser publicitada em site internacional de clássicos: www.carandclassic.co.uk. O proprietário, tinha interessados no Reino Unido, mas preferiu que viatura ficasse em Portugal.


15 Março 2017

É pedida a opinião de especialista interno sobre a possibilidade desta compra:

“ ….penso que se trata de um veículo muito raro o que tem sempre os seus prós e muitos contras. Sendo um veiculo comercial não sendo de nenhuma marca premium, pela sua raridade e por ser um projecto de restauro em minha opinião, poderá não ser um valor muito elevado o valor anunciado …..”. “Assim poderá ter um restauro provavelmente demorado e dispendiosos, tudo o que necessitar terá de ser fabricado, uma vez que não haverá em lado nenhum peças de substituição, eventualmente o motor uma vez que parece ser Chevrolet poderá ser a única excepção, pois pode ser comum a outros modelos. São carros ainda com muita da sua construção em madeira chapeada a metal o que torna ainda as coisas mais difíceis…”


5 de Abril 2017

Após e-mail e contacto telefónico com o proprietário, ficou agendada “vistoria” na próxima 3ª feira (11/04/2017) às 12h numa vivenda no Restelo em Lisboa.

11 de Abril 2017

Após verificação da viatura, pelo especialista da Auto-Industrial, chega-se à conclusão qua a mesma se encontra muito sólida e passível de bom restauro. Não se verificavam grandes faltas de material ou componentes. Não apresenta podres ou falhas estruturais graves. Em termos de madeiras aparenta boa estabilidade e rigidez. O restauro pode ser efectuado nas oficinas da Auto-Industrial em Coimbra, tentando ocupar horas “não produtivas” dos funcionários de oficina. Não necessitará de muitos trabalhos a realizar por especialistas externos sendo que a madeira será a única questão aparentemente necessária, mas, julgo que com alguma facilidade poderemos contornar esse problema com a ajuda de um carpinteiro ou marceneiro. Em conversa com proprietário o motor soubemos que na altura da aquisição e restauro sido reparado, com pistons novos, etc, pelo que como o carro terá parado a funcionar poderá também facilitar as coisas. Embora obviamente com algum trabalho e visto ainda faltar algum tempo será possível restaurar (e valorizar) esta viatura para o centenário da empresa em 2020.


27 de Abril 2017

A Administração decide comprar a viatura para restauro, no âmbito das futuras comemorações do centenário da empresa em 2020. O projecto de restauro será realizado na Auto-Industrial Coimbra sob coordenação do Engº Francisco Escudeiro, utilizando os recursos internos da empresa, mas sem nunca prejudicar o serviço normal da oficina a clientes externos. O projecto de restauro (e valorização) da viatura terá por meta 2020 (a data do centenário).


27 de Abril 2017

O proprietário aceita a proposta de compra pela Auto-Industrial, S.A.


5 de Maio 2017

É dado seguimento ao processo de compra (pagamento, documentação, registos) e o transporte da viatura até Coimbra. De acordo com o responsável pelo restauro “Tudo faremos para que a viatura fique pronta até lá e que fique em exposição em Coimbra, pelo menos no inicio desse ano. Espero que esse acontecimento seja também um ponto de viragem e que sirva para mais 100 anos de sucessos. Tudo começou em Coimbra e espero que daqui parta sempre o exemplo, falo em meu nome como funcionário de 2ª geração mas também em nome de todos os que aqui trabalham.”


17 Maio 2017

A viatura é recolhida, através de reboque contratado para o efeito, em Lisboa no Restelo, tendo por destino as oficinas da Auto-Industrial em Coimbra.

18 Maio 2017

De manhã o reboque vindo de Lisboa, deu entrada com a viatura nas instalações da Auto-Industrial, S.A. na Av.Fernão Magalhães (Garagem do Arnado).


Junho 2017

É dado o inicio à primeira parte do restauro. É verificado qual o estado efectivo do carro, “antes da operação avalia-se o doente”. Serão limpos os contactos eléctricos, desmontado e limpo o motor de arranque, será limpo o carburador e, como dizia um antigo mecânico da Auto-Industrial de Coimbra, "se tiver corrente e gasolina vai ter de pegar". Seguidamente, é avaliado o estado de todos os componentes mecânicos, com ensaios dinâmicos, para decidir o que há a reparar. Depois, serão retiradas as partes mecânicas para começar a reparar, madeiras e chapa logo a seguir. Mais tarde é só pintar e envernizar tudo. No final, é só voltar a montar! “Parece fácil, não é?” Hoje começa o Daniel Cruz, mecânico de 1ª desde o dia 1 de Junho.


Julho 2019

Depois de toda desmontada e decapada começa agora a dar os primeiros passos para aquela que vai ser a Bedford mais na moda de Portugal. Era altura de definir a cor, preto e azul, preto e cinza ou outra, para já é fácil ainda estamos no preto mas quando a carroçaria vier do carpinteiro temos de atacar. E era altura de pensar no que vai ter escrito na parte lateral e ou traseira como publicidade, antiga ou mais moderna.

Outubro 2019

Mais trabalhos desta vez de carpintaria, ou melhor marcenaria, noutros tempos derivado da evolução natural das carroças e coches as viaturas tinham grande incorporação na sua estrutura desta matéria prima, existindo nas oficinas automóveis carpinteiros, marceneiro e segeiros.

Dezembro 2019

Necessário começar a definir no aspecto exterior da viatura: “Estas coisas costumam ter uma de duas filosofias, uma será o de fazer uma coisa alegre que chame a atenção por vezes até um pouco espampanante, amarelos, vermelhos, laranjas, verdes, etc. Outra é que mantenha ou replique algo que existia e que respeita totalmente as cores ou os pantones da empresa, cinzas, azul. Pode ainda criar-se uma a gosto, intermédia entre estas duas e que tendo alguma graça e cor respeitando também a tradição. Podemos ainda criar umas zonas de publicidade em que só nessas replicamos algo antigo ou que tenha existido e manter a carrinha a gosto. Deixo em anexo alguns exemplos, podendo na net encontrarem-se outros, não têm de ser em carrinhas Bedford, pode ser noutra marca qualquer e depois adaptamos. Dizer ainda que os guarda-lamas e estribos laterais são sempre em preto.”

Fevereiro / Março 2020

“Está na altura de decidir qual a publicidade a pintar na lateral, traseira e eventualmente frente da Bedford. Pintamos directamente na viatura ou em chapas a colocar na mesma? Rectangulares? Ovais? Tipo de letra? Dimensão? Cor de fundo? Cor de letra? Debruado a ouro ou dourado?”


2020

As oficinas nunca fecharam durante a pandemia, e dada a redução da activiade e das visitas de clientes, parte do tempo dos técnicos foi aproveitado neste trabalho.


24 de Abril 2021

Apresentação da viatura na Assembleia Geral da Auto-Industrial, S.A. na Garagem do Arnado em Coimbra

Agradecimentos:

Arq. Luiz de Sá Pereira – Proprietário anterior
Administração da Auto-Industrial, S.A.
Engº Francisco Escudeiro – Gerente Auto-Industrial Coimbra – Responsável pelo projecto de restauro
Equipa técnica de Após-Venda da Auto-Industrial de Coimbra.

Conheça todo o processo de restauro do bedford furgão de mercadorias, "Light Delivery" VYC 12 CWT, de 1932.

Siga-nos

Já segue o Grupo Auto-Industrial?
Conheça, em primeira mão, todas as novidades.

Newsletter

Inscreva-se e receba regularmente informação
personalizada no seu email.

Arbitragem de conflitos de consumo

Conforme Lei nº 144/2015, o consumidor pode recorrer ao Centro de Arbitragem do Sector Automóvel, com sítio em www.arbitragemauto.pt e sede na Av. República,44 - 3º Esqº, 1050 194 Lisboa