Novidades

O que NÃO fazer na caixa manual: 8 erros mais frequentes

23/02/2023 | Automóvel

De modo a esclarecer sobre o que deve evitar fazer sempre que carrega com o pé na embraiagem, reunimos uma lista com os 8 erros mais comuns que sintetizam o que não deve fazer com caixa manual.Entenda todas as ações que deve corrigir para não promover o desgaste progressivo da sua caixa de velocidades manual.

1- Não manter espaçado as mudanças entre os regimes: Em caixas automáticas modernas existe um sistema inteligente que consegue identificar qual o melhor regime para cada situação. No caso das caixas manuais, o condutor é quem deve encontrar a melhor relação entre os regimes. No entanto, muitos condutores cometem o erro de não espaçar corretamente as mudanças entre os regimes e isso pode acabar por provocar um desgaste prematuro da caixa. O ideal é que mantenha uma diferença mínima de 500 rpm entre cada regime para garantir a sua longevidade.

2- Não aliviar gradualmente o pedal da embraiagem nas partidas lentas: Os condutores mais experientes conhecem a técnica de partida lenta, que consiste em aliviar gradualmente o pedal da embraiagem até à sua completa libertação. Esta é uma técnica importante para assegurar um funcionamento correto e sem vibrações do motor. No entanto, quando não se pratica esta manobra de forma controlada existem maior riscos de desgaste prematuro dos elementos internos da caixa manual. Por isso, lembre-se sempre de aliviar a embraiagem lentamente nas partidas.

3- Não engrenar ou desengrenar as mudanças em movimento: Engrenar ou desengrenar as velocidades quando se encontra em movimento é um dos erros mais comuns e que, para além da falta de conforto no interior do veículo, pode provocar danos na caixa manual. Esta manobra força os componentes internos da caixa de forma abrupta, sendo necessário esperar até à paragem completa do veículo para efetuar a mudança de velocidades.

4- Não utilizar o ponto morto quando parado em subidas íngremes: Por vezes, conduzir numa rotunda ou mesmo estacionar um carro numa rua com uma inclinação acentuada obriga-nos a manter o pé sobre o pedal da embraiagem enquanto aguardamos por alguma movimentação à nossa volta. Estas situações podem levar à fadiga muscular no seu pé, mas também ao desgaste prematuro da embraiagem.A solução é simples: utilize o ponto morto quando estiver parado numa subida íngreme e mantenha assim a caixa manual em bom estado de funcionamento.

5- Não utilizar força excessiva para mudanças rápidas entre regimes: Mudanças rápidas entre os regimes exigem que se faça uso de uma certa força sobre o pedal da embraiagem, por vezes até com alguma pressa. No entanto, é importante que não exagere nestas manobras pois pode provocar danos irreparáveis aos componentes internos da caixa manual.Assim, lembre-se sempre de mudar as velocidades com calma e realizando movimentos suaves para evitar o desgaste prematuro dos seus elementos mecânicos.

6- Não utilizar o pedal da embraiagem sem motivo aparente quando em movimento: Por vezes, os condutores têm tendência a usarem o pedal da embraiagem quando estão a conduzir em movimento, sem qualquer motivo aparente. Esta manobra é completamente inútil e pode levar ao desgaste prematuro dos seus componentes internos.Por isso, evite o uso desnecessário do pedal da embraiagem para não provocar danos na caixa manual.

7- Não utilizar óleos inadequados para lubrificação da caixa de velocidades manual: Muitas vezes os condutores optam por usar óleos de má qualidade ou inadequados para lubrificar a caixa manual. Estes produtos não possuem as características necessárias para manter os elementos mecânicos da caixa em bom estado, podendo levar à uma deterioração prematura dos seus componentes internos.Por isso, certifique-se sempre que usa um óleo adequado e com as especificações corretas conforme indicadas pelo fabricante do veículo.

8- Não verificar o nível de óleo da caixa: Outro erro frequente que muitos condutores cometem é esquecer-se de verificar regularmente o nível de óleo da caixa manual. Esta ação é importante para assegurar que os elementos mecânicos estão sempre lubrificados e isso acaba por evitar qualquer desgaste prematuro dos componentes internos.Portanto, lembre-se sempre de conferir periodicamente o nível do óleo para garantir um bom funcionamento da sua caixa manual.

Ver todas as novidades »

Campanhas Automóveis

1960_Fiat-600e_800x600.webp

Fiat 600e 100% elétrico desde 279€*/mês

10/07/2024
2015_800x600.webp

Teste Drive Ford Explorer 100% Elétrico 22 a 24 julho | CAM Porto

10/07/2024
2017_Fiat-600_E_800x600.webp

Fiat 600 Hybrid desde 159€*/mês c/ IVA

10/07/2024
2008_800x600.webp

Oferta Imperdível: Ford Mustang Mach-E por 51.990€

05/07/2024
2000_800x600.webp

S01 Sem Entrada e Sem Emissões

03/07/2024
2001_800x600.webp

Oportunidade imperdível sobre 4 rodas

03/07/2024
2002_desiknio-financiamento-800x600.webp

Começa o verão a pedalar para um futuro sustentável 🚲

03/07/2024
2003_eli-800x600.webp

Eli Zero nas tuas mãos por apenas 149€/mês 🚗

03/07/2024
2004_torrot-financiamento-800x600.webp

Até julho, compra a tua Torrot por apenas 79€/mês 🏍

03/07/2024
2005_800x600_copia.webp

Wall Box e não só? O verão chegou e em grande!

03/07/2024
2006_800x600.webp

Retoma do seu carro com desconto de 500€!

03/07/2024
1931_800x600.webp

Recarregamento de Gás para o Ar Condicionado do teu Opel

11/04/2024

Siga-nos

Já segue o Grupo Auto-Industrial?
Conheça, em primeira mão, todas as novidades.

Newsletter

Inscreva-se e receba regularmente informação
personalizada no seu email.

Arbitragem de conflitos de consumo

Conforme Lei nº 144/2015, o consumidor pode recorrer ao CNIACC – Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo, com sítio em www.cniacc.pt.
O recurso a esta entidade apenas se aplica aos casos de arbitragem necessária previstos pelo artigo 14.º da Lei n.º 24/96, de 31 de julho - Lei de Defesa do Consumidor- na redação dada pela Lei n.º 63/2019, de 16 de agosto.